"Tarado do Dona Clara" passou por interrogatório nessa quarta-feira

Testemunhas e vítimas já foram ouvidas e o suspeito foi interrogado, mesmo assim, não é possível saber quando a sentença será definida

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

CIDADES BH MG: APRESENTACAO DO TARADO DO DONA CLARA. NA FOTO: MARCEL

FOTOS DENILTON DIAS / O TEMPO / 30.10.13
DENILTON DIAS / O TEMPO
CIDADES BH MG: APRESENTACAO DO TARADO DO DONA CLARA. NA FOTO: MARCEL FOTOS DENILTON DIAS / O TEMPO / 30.10.13

O “Tarado do Dona Clara”, apelido que Marcel Barbosa dos Santos, 30, ganhou após ser preso em outubro do ano passado suspeito de estuprar pelo menos 12 mulheres no bairro de mesmo nome, na Pampulha, foi interrogado na tarde dessa quarta-feira (23). O processo corre em segredo de Justiça e, portanto, não é possível ter acesso ao depoimento de Santos. 

De acordo com a assessoria do Fórum Lafayette, o interrogatório aconteceu na 8º Vara Criminal de Belo Horizonte. Testemunhas e vítimas já foram ouvidas, mas ainda não é possível prever quando a sentença de Santos será definida, pois novas provas ou testemunhas podem aparecer.

Foram pelo menos 14 as vítimas que registraram um boletim de ocorrência contra ele, entre elas, uma mulher que reconheceu Santos depois que ele foi apresentado pela Polícia Civil e que teria sido abusada por ele há mais de sete anos. A maioria das vítimas tinha idades entre 12 e 17 anos. O suspeito era descrito como um motociclista magro, alto, branco e com os olhos esverdeados, que atacava principalmente nas praças Santa Catarina Labouré e na Míriam Brandão.

Ele está preso desde o dia 29 de outubro, quando foi detido na garagem de um edifício, na avenida Isabel Bueno, no bairro Jaraguá. Santos confessou os abusos. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave