Defesa Civil cadastrou 119 famílias dos prédios às margens da Pedro I

Moradores dos condomínios Savana e Antares, localizados às margens da avenida Pedro I, serão removidos para a demolição da alça norte do viaduto Batalha dos Guararapes

iG Minas Gerais | Bruna Carmona |

Cidades - Belo Horizonte - MG
Defesa Civil anuncia remocao dos moradores dos predios proximo ao viaduto que caiu no inicio de julho deste ano . Moradores que ficaram sabendo disso junto com a imprensa se revoltam com a decisao e com o descaso

FOTOS: FERNANDA CARVALHO / O TEMPO / 23.07.2014
FERNANDA CARVALHO / O TEMPO
Cidades - Belo Horizonte - MG Defesa Civil anuncia remocao dos moradores dos predios proximo ao viaduto que caiu no inicio de julho deste ano . Moradores que ficaram sabendo disso junto com a imprensa se revoltam com a decisao e com o descaso FOTOS: FERNANDA CARVALHO / O TEMPO / 23.07.2014

Agentes da Defesa Civil e da Assistência Social da Prefeitura de Belo Horizonte cadastraram 119 das 186 famílias que devem ser removidas dos condomínios Antares e Savana, localizados às margens da avenida Pedro I, onde o viaduto Batalha dos Guararapes desabou no início do mês de julho. O balanço foi divulgado pela Defesa Civil nesta quinta-feira (24).

Os moradores terão que deixar os prédios para que seja feita a demolição da alça norte do viaduto, depois que um parecer técnico apresentado pela construtora Cowan na terça-feira (22), apontou que a estrutura corre o risco de desabar, mesmo escorada. Por esta razão, a área de segurança em torno do local onde o viaduto desabou será ampliada e os moradores, removidos.

De acordo com a Defesa Civil, nessa quarta-feira (23), 98 famílias foram cadastradas no período diurno e mais 21 no período noturno, até as 22h. Os moradores devem ser removidos para hotéis ou casa de parentes.

Ainda não há data prevista para que o viaduto seja demolido.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave