É preso e alega que vende droga para pagar tratamento ortodôntico

Traficante foi abordado com 20 pedras de crack; em um guarda-roupa na casa do suspeito, foram apreendidas cerca de 25 gramas de maconha

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Foram apreendidas 20 pedras de crack em um terreno baldio
Polícia Militar/Divulgação
Foram apreendidas 20 pedras de crack em um terreno baldio

Um homem de 31 anos foi preso suspeito de tráfico de drogas, em Arcos, na região Centro-Oeste de Minas Gerais, nessa quarta-feira (23). O suspeito alegou para a Polícia Militar (PM) que vendia entorpecentes para poder pagar um tratamento ortodôntico.

Policiais militares realizavam patrulhamento de rotina no bairro Santa Efigênia, quando avistaram três homens, conhecidos por serem usuários de drogas. Os militares fizeram o acompanhamento a distância da situação e presenciaram o trio se encontrar com João Paulo Pedroso Raimundo, que estava em uma bicicleta, e entregar alguma coisa para ele.

Os policiais seguiram Raimundo e o abordaram em um terreno baldio, na rua Henrique Alves Teixeira. Em um dos bolsos da calça do suspeito, os militares encontraram R$ 90. Próximo ao homem, no meio da mato, foram achados 20 pedras de crack embaladas para comércio.

Questionado, Raimundo confirmou que a droga era dele e que traficava, porque estava passando por dificuldades financeiras e precisava pagar um tratamento ortodôntico. Na casa do suspeito, a PM apreendeu ainda R$ 97 e mais um tablete de maconha, dentro de um guarda-roupa, que segundo Raimundo, pesa cerca de 25 gramas.

Raimundo foi encaminhado para a Delegacia Regional de Formiga.