Concorrentes usam tecnologia para ficar perto dos eleitores

Candidatos petista e tucano já criaram ferramentas específicas para dialogar com a população

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda |

Além da concorrência nas urnas, os dois principais candidatos ao governo de Minas, Fernando Pimentel (PT) e Pimenta da Veiga (PSDB), também estão disputando quem conseguirá inovar mais e, consequentemente, atrair a atenção dos eleitores. Tucanos e petistas criaram no Estado equipes próprias para pensar e criar estratégias de interação com a população mineira. Cada um deles, à sua maneira, está colocando em prática ideias desenvolvidas há alguns meses no Estado. A campanha de Pimentel já tem no ar pelo menos três formas de comunicação direta com o eleitorado. Mais do que a criação de perfis no Facebook e Twitter, eles já colocaram em funcionamento o site da campanha, que permite o envio de perguntas diversas ao petista. A promessa é que todas as questões sejam respondidas e algumas incorporadas ao programa de governo. Um aplicativo para celular chamado “melhorpravc” também foi disponibilizado para download grátis. Com ele é possível gravar vídeos e enviar fotos com sugestões para a campanha, que são incorporadas à pagina oficial do petista. Ainda foi pensado um Instragram para Pimentel. Nele, quem quiser declarar apoio ao candidato pode compartilhar suas imagens com a hashtag “souPimentel”. “Estamos desenvolvendo várias outras ideias. É provável que a gente crie ferramentas em conjunto com a campanha nacional da presidente Dilma Rousseff”, explica um integrante da equipe de conteúdo do PT. A campanha tucana também quer inovar na forma de conquistar eleitores. Perfis próprios de Pimenta da Veiga foram criados no Twitter e Facebook, mas também no Flickr e Instagram – ferramentas usadas para compartilhamento de imagens do candidato. Mas as principais inovações na forma de contato com a população estão sendo desenvolvidas pela ala jovem do PSDB. Segundo o coordenador do comitê da juventude da campanha, Michell Tuler, uma estratégia já colocada em prática são os grupos regionais de WhatsApp. A ideia, definida pela equipe interna da campanha, é levar as propostas para o interior. “Cada integrante da juventude que é ligado aos partidos aliados tem a função de criar grupos de debate usando essa ferramenta de conversação e incluir nelas um bom número de pessoas. Assim, fazemos debates e discutimos pontos que estão e devem ser incorporados ao programa do nosso candidato. É uma forma de divulgar a candidatura”, explica. A juventude também vai colocar no ar um site próprio com detalhes da campanha e com a possibilidade de o internauta postar vídeos e fotos. “Também terá um aplicativo para que a pessoa coloque o número de urna e nome de Pimenta na foto do perfil do Facebook, por exemplo”, completa Tuler.

Reformulação Página. A campanha de Pimenta da Veiga informou nesta quarta que o site oficial da campanha do tucano está passando por adaptações e deverá entrar no ar nos próximos dias. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave