PMDB terá mais espaço com PT

O peemedebista contou que ainda não foi discutido como será o comportamento da presidente Dilma em Estados

iG Minas Gerais |

Alvo. Michel Temer disse que a campanha de Dilma terá interlocução com a comunidade evangélica
ANDRE DUSEK
Alvo. Michel Temer disse que a campanha de Dilma terá interlocução com a comunidade evangélica

Brasília. O vice-presidente da República, Michel Temer, disse nesta quarta que o PMDB terá mais espaço na campanha presidencial de Dilma Rousseff e que sua participação neste ano será mais efetiva. “Todo espaço está sendo concedido ao PMDB. O PMDB vai ter sólida presença nos programas eleitorais”, destacou Temer, que é presidente nacional da sigla.  

Ao chegar à presidência do partido na tarde desta quarta, Temer afirmou que a aliança PT e PMDB se “solidificou” e que haverá nesta campanha um tratamento igualitário entre as legendas. “Nosso protagonismo será maior”, emendou.

No entanto, o vice-presidente disse que pretende manter uma agenda de campanha paralela à de Dilma. “É mais útil para a campanha”, justificou. O peemedebista contou que ainda não foi discutido como será o comportamento da presidente Dilma em Estados onde há palanque duplo ou mesmo quádruplo, como é o caso do Rio de Janeiro.

O que já ficou predeterminado é que em Estados onde a sigla apoia outros candidatos, haverá a atuação dos peemedebistas simpáticos à candidatura de Dilma.

O presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB), que é candidato ao governo do Rio Grande do Norte, chegou a sugerir que a petista adote um comportamento “neutro” e que todos os aliados sejam chamados para atos da campanha presidencial. “Vamos administrando de acordo com as circunstâncias”, respondeu. O tema deve ser tratado na próxima terça-feira, quando haverá nova reunião da cúpula da campanha.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave