OAB apresenta pedidos a Pimentel

Pimentel ainda se comprometeu a analisar o pagamento de precatórios e a criação de uma secretaria própria para cuidar do setor penitenciário

iG Minas Gerais | ISABELLA LACERDA |

Pimentel esteve com o presidente da OAB, na sede da entidade
Divulgação/PT
Pimentel esteve com o presidente da OAB, na sede da entidade

O candidato do PT ao governo de Minas, Fernando Pimentel, garantiu nesta quarta que irá resolver o problema dos advogados dativos do Estado. A promessa foi uma resposta ao pedido feito nesta quarta pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Minas (0AB-MG), Luis Cláudio Chaves, que afirmou que o pagamento dos profissionais que atendem onde não há defensoria pública está suspenso no Estado.

“Como a Defensoria Pública não está equipada, o juiz tem que chamar os dativos. E como o Estado tem atrasado os pagamentos, esse processo está muito precário. Vamos rever isso, seja aumentando o numero de defensores, seja usando os dativos, mas os pagando”, disse o petista após encontro com representantes da OAB.

Segundo o presidente da OAB, se o governo investisse R$ 15 milhões por ano nesses profissionais resolveria os pagamentos. “São 11 mil dativos e menos de 400 defensores públicos, em menos de 100 comarcas”, afirmou Chaves.

Pimentel ainda se comprometeu a analisar o pagamento de precatórios e a criação de uma secretaria própria para cuidar do setor penitenciário. “O governo que diz que não tem recursos, é incompetente”, criticou o petista. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave