Mais de 500 mil multas foram aplicadas aos motoristas de BH este ano

De um total de 564.288 infrações de trânsito, 42% foram por excesso de velocidade em até 20% do permitido

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Oswaldo Ramos / O Tempo
undefined

Entre janeiro e junho deste ano foram registradas um total de 564.288 multas de trânsito em Belo Horizonte, conforme balanço divulgado nesta terça-feira (23) pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds). Com base nos dados, pode-se afirmar que cerca de 3.100 multas foram aplicadas diariamente na capital mineira. 

A campeã entre as infrações aplicadas pelo estado aos condutores é por excesso de velocidade em até 20% do permitido, com um total de 236.467 multas, quase 42% do total do levantamento divulgado. A multa tem um valor de R$ 85,13 e são descontados quatro pontos na carteira do condutor. Com base neste valor, pode-se concluir que somente com multas de excesso de velocidade foram arrecadados pelo Estado mais de R$ 20 milhões.

Logo abaixo vem a infração de conduzir veículo falando ao celular, com 39.424, um número bem inferior ao da primeira colocada, menos de 7% do total. Em terceiro lugar entre as multas mais aplicadas na capital, vem o estacionamento sem o rotativo, com 30.179 infrações nos primeiros seis meses do ano. A primeira tem uma multa também de R$ 85,13 e no segundo caso são cobrados R$ 53,20. Somando somente estas duas infrações, foram arrecadados quase R$ 5 milhões.

Outras infrações que estão entre as mais aplicadas no Estado são por avanço de sinal (25.470), estacionamento fora do horário permitido (22.655), excesso de velocidade entre 20% e 50% superior ao permitido (16.850), estacionar em vaga de carga descarga (16.672), transitar em faixas exclusivas para outro tipo de veículo (15.074), não utilização do cinto de segurança (12.881) e estacionar no passeio (8.054). 

Os condutores que quiserem consultar os valores de cada infração, pode acessar o site do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran/MG) clicando AQUI.

Leia tudo sobre: Multasinfrações500 milprimeiros seis mesesdetransedsaplicadas