Atletas do Galo enfatizam importância de obter a trinca sul-americana

Atlético já levantou as taças da Copa Conmebol por duas vezes e a da Libertadores em uma oportunidade

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

A equipe do Atlético levantou a taça da Copa Libertadores no dia 24 de julho de 2013
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
A equipe do Atlético levantou a taça da Copa Libertadores no dia 24 de julho de 2013

Na década de 90, o Atlético conquistou duas vezes a Copa Conmebol, na época considerado o segundo torneio mais importante da América do Sul. Em 2013, veio a maior consagração do clube, o título da Libertadores. E, nesta quarta-feira, o Galo pode obter seu quarto caneco internacional em torneios oficiais, em outra competição.

Depois de ganhar dois tipos de Copas no continente, o Atlético pleiteia a Recopa. Concretizar mais um título inédito da história da agremiação é algo que aumenta ainda mais a sede de vitória do elenco alvinegro.

“É mais um grande momento. Por isso existe toda a alegria e a motivação. Temos a possibilidade de escrever ainda mais o nosso nome na história do clube. Não tem motivação maior do que jogar essa final", afirmou o meia-atacante Ronaldinho.

O goleiro Victor também esbanja confiança na busca pelo segundo troféu de campeão em menos de um ano e concretizar a 'trinca sul-americana' - Libertadores, Conmebol e Recopa. Na madrugada do dia 25 de julho de 2013, o Atlético faturou o título da Libertadores.

“O jogador vive de títulos. (A Recopa) é um torneio de tiro curto, mas é uma conquista importante. Temos que encarar da melhor forma. A maior conquista da do clube foi lá no Mineirão. E isso serve de inspiração. Jogos como esse de amanhã (quarta-feira) são decididos em detalhes. Vamos procurar errar pouco e jogar pra vencer para conseguir esta conquista”, destacou.

Leia tudo sobre: atleticogalorecopalibertadoresmercosul