'Preciso mostrar muito mais', diz Lucas Lima no Santos

Meio-campista chegou ao Santos com a responsabilidade de suprir as ausências de Montillo e Cícero e está confiante

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Meia santista revelou apoio do elenco ao técnico santista, Oswaldo de Oliveira
Reprodução/ Santos F.C
Meia santista revelou apoio do elenco ao técnico santista, Oswaldo de Oliveira

Contratado junto ao Internacional por R$ 5 milhões, Lucas Lima vem sendo alvo de elogios do técnico Oswaldo de Oliveira. O meio-campista chegou ao Santos com a responsabilidade de suprir as ausências de Montillo e Cícero, que deixaram o clube recentemente, e está confiante de que pode justificar o investimento em seu futebol. Nesta quarta-feira, porém, ele admitiu que precisa evoluir bastante ainda para poder se firmar na equipe santista.

"Estava procurando essa oportunidade. Claro que tenho de mostrar muito mais. A cada jogo tenho de mostrar minha qualidade, mostrar para o que eu vim e o meu valor", afirmou o jogador, em entrevista coletiva no CT Rei Pelé, onde em seguida enfatizou: "Não estou satisfeito. Tenho mais a evoluir. Me cobro a cada jogo".

Com 13 dribles neste Campeonato Brasileiro, Lucas Lima é o segundo melhor do Santos neste fundamento até aqui na competição na qual também acumula 17 desarmes, um gol e uma assistência. E agora o meia exibe confiança na melhora do seu desempenho depois de ter realizado longa intertemporada com a equipe em razão da pausa provocada pela disputa da Copa do Mundo. "Essa parada foi boa principalmente para melhorar a parte técnica e física. Me sinto bem, confiante e espero ajudar ainda mais", disse.

O meia afirmou nesta quarta que se considera um "jogador muito dinâmico", mas teve humildade para enumerar os pontos que precisa melhorar para poder brilhar com a camisa do time da Vila Belmiro. "Me cobro entrar mais na área, estar sempre perto do gol, finalizar. Tenho procurado evoluir", afirmou, para depois admitir que também necessita de uma evolução nas bolas paradas - para isso, ele tem treinado uma média de 30 cobranças de faltas nas antevésperas dos jogos.

Lucas Lima também credita a melhora gradativa do seu futebol ao trabalho realizado por Oswaldo de Oliveira. "Desde quando cheguei ele me passou confiança e foi me colocando a partir de quando fui rendendo. Fui evoluindo e ele dando oportunidade. Espero conseguir a confiança dele cada vez mais. Minha evolução é muito pelo trabalho dele, porque me acostumei da maneira que ele quer que o time joga. É um cara sensacional", ressaltou.

O Santos volta a jogar pelo Brasileirão neste sábado, quando enfrentará a Chapecoense, às 18h30, na Vila Belmiro, pela 12ª rodada da competição.

Leia tudo sobre: oswaldo de oliveirasantoscontrataçãodriblesbrasileirão