Com Ferrari em baixa, Alonso já pensa em 2015 melhor

Na opinião do espanhol, a queda de rendimento da escuderia se deu pela dificuldade de adaptação às novas regras da Fórmula 1

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Alonso explicou que posição é comum e que deve ir melhorando ao longo da corrida
F1/DIVULGAÇÃO
Alonso explicou que posição é comum e que deve ir melhorando ao longo da corrida

Se em 2013 a Ferrari teve um ano ruim e ficou apenas em terceiro no Mundial de Construtores, na temporada 2014 da Fórmula 1 a situação está ainda pior. A escuderia é apenas a quarta colocada atrás de Mercedes, Red Bull e até da Williams. Para Fernando Alonso, o jeito é pensar já em 2015, que, segundo o piloto, tem tudo para ser melhor.

"Teria que ter uma bola de cristal para ver o que vai acontecer no próximo ano. Obviamente, está tudo por vir, mas neste momento são somente boas perspectivas e uma boa sensação sobre o que vamos conseguir para o ano que vem", declarou o espanhol em entrevista ao site da Autosport.

Para o piloto, a queda de rendimento da Ferrari se deu pela dificuldade de adaptação às novas regras da Fórmula 1, que entraram em vigor nesta temporada, algo bem diferente do que aconteceu com a Mercedes, por exemplo, que lidera tranquila a temporada. São 366 pontos para a equipe em dez provas, 178 a mais que a Red Bull, sendo 190 para o líder Nico Rosberg. Alonso, quarto, tem apenas 97.

"A Mercedes nos ensinou que nesta nova era da Fórmula 1 se pode ser dominante. A gente não fez um bom trabalho com as novas regras, e há muita margem para melhorar. Não é como nos outros anos, quando tudo estava mais ou menos no limite", declarou o espanhol, exibindo otimismo para a próxima temporada.

Leia tudo sobre: formula 1alonsoferrariplanosproximatemporada