Artilheiro do Brasileirão, Goulart é elogiado por parceiros na Toca II

Este ano, o camisa 28 já anotou 12 gols pela Raposa, sete no Brasileirão, quatro na Libertadores e um no Mineiro

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES |

O Cruzeiro faz até aqui uma campanha irreparável no Campeonato Brasileiro, e o desempenho do clube na competição é, neste ano, melhor do que o da temporada passada, quando acabou terminando com o título nacional. Sem "a grande estrela" para brilhar sozinha, o Cruzeiro aposta na força do grupo para atingir seus objetivos. Como não tem o craque, o trabalho em conjunto tem valorizado e ajudado um jogador em especial na Toca II: o meia-atacante Ricardo Goulart. Se no ano passado o camisa 17, Everton Ribeiro, trazia para si os holofotes pelos golaços e assistências, Goulart tomou do companheiro esse posto em 2014. Artilheiro isolado do Campeonato Brasileiro com sete gols, o meia-atacante recebe constantes elogios entre os parceiros de Cruzeiro. "O Goulart é um cara sensacional, trabalha com seriedade e procura sempre fazer os gols. Até nas brincadeiras na Toca ele chuta para o gol, só para ver a rede balançar. Que ele possa continuar com essa fome de gols e que siga nos ajudando", disse o novato no time, o atacante Marquinhos. Sem atuar fixo em uma determinada posição, Goulart tem liberdade para se apresentar em diversos pontos do campo. Dessa forma, segundo o lateral-direito Ceará, o jogador consegue confundir a marcação dos adversários.  “O Ricardo Goulart é um jogador dinâmico. Ponto positivo no que diz respeito aos muitos gols dele, e ele se apresenta muito dentro da área. Ele tem bom posicionamento e, quando vem de trás, jogando no meio e entrando como homem surpresa, o volante adversário que estaria na marcação não o acompanha", comenta o experiente lateral, dando mais explicações sobre o faro de gol do amigo. "Ele entra na área muitas vezes sozinho por se desvincular do marcador. Às vezes, o zagueiro está posicionado, mas ele vem em velocidade e o beque não marca. Assim ele faz muitos gols. A confiança também ajuda. Isso é uma virtude boa do Goulart", avalia Ceará. Em toda a temporada, o camisa 28 já anotou 12 gols, sete no Brasileirão, quatro na Libertadores e um no Mineiro. Em 2013, o meia-atacante deixou sua marca em 14 oportunidades. 

Leia tudo sobre: artilheiroricardo goulartelogiadocompanheiroscruzeirobrasileirao