Em tributo às vítimas do MH17, Obama promete "justiça"

No local, o presidente dos EUA fez uma ligação para o primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, e se comprometeu em apoiar as investigações internacionais da tragédia

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

AP Photo/Evan Vucci
undefined

O presidente dos EUA, Barack Obama, participou de um tributo na embaixada da Holanda em homenagem aos cerca de 200 cidadãos do país que morreram na queda do voo MH17 na Ucrânia.

"Vinculados pela amizade que nós temos com o povo holandês, não iremos descansar até que tenhamos certeza de que a justiça foi feita", escreveu Obama no livro de condolências.

No local, o presidente dos EUA fez uma ligação para o primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, e se comprometeu em apoiar as investigações internacionais da tragédia.

A Holanda foi o país que mais teve vítimas na queda do MH17. Dos 298 passageiros e tripulantes mortos, 193 eram holandeses. O voo partiu de Amsterdã.

Leia tudo sobre: TragédiaMalaysia AirlinesmortosBarack ObamainvestigaçãoHolandatributoaviãoquedaUcrâniaRússia