Mercedes suspenderá 150 empregados

Acordo estaria sendo costurado com sindicato e vai durar 5 meses

iG Minas Gerais | Juliana Gontijo |

Montadora de Juiz de Fora quer reduzir o ritmo de produção
Pedro Vilela/ O Tempo
Montadora de Juiz de Fora quer reduzir o ritmo de produção

Está na reta final as negociações para a suspensão temporária dos contratos de trabalho de 120 a 150 funcionários da unidade da Mercedes-Benz de Juiz de Fora, na Zona da Mata, segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas de Juiz de Fora e Região (STIM/JF), João César da Silva. “Estou aguardando o posicionamento da empresa (que deveria acontecer até o final da tarde dessa terça). Se tiver, o próximo passo é convocar a assembleia da categoria para saber se a proposta final terá adesão dos trabalhadores”, disse. O presidente do sindicato disse que boa parte do acordo já foi definido, o que falta é definir se a empresa atenderá ou não à reivindicação de manutenção dos empregos.

“Não queremos demissões. Nosso principal objetivo é manter os empregos”, frisa. Caso seja aprovada, a suspensão deverá atingir, por cinco meses, em torno de 20% do quadro de cerca de 750 funcionários da empresa em Minas.

A reportagem voltou a entrar em contato com o dirigente no fim da tarde e noite dessa terça, mas não conseguiu falar com ele para saber o desfecho do acordo. Na sede do sindicato, a informação é que Silva estava numa reunião na Votorantim Metais.

A assessoria de imprensa da Mercedes-Benz informou que está em negociação com o sindicato, mas não detalhou o assunto e não ia se pronunciar.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave