Chance de disparar na ponta

Time celeste, dono do melhor ataque, recebe Figueirense, segunda pior defesa e na zona da degola

iG Minas Gerais | Guilherme Guimarães |

Atenção. Técnico Marcelo Oliveira e jogadores estão cientes da chance de ouro, mas estão concentrados para não dar brecha ao azar
douglas magno
Atenção. Técnico Marcelo Oliveira e jogadores estão cientes da chance de ouro, mas estão concentrados para não dar brecha ao azar

Em campeonatos de pontos corridos, a receita de sucesso para os times que sonham com o título é vencer os jogos em casa e garantir pontos preciosos longe de seus domínios. É dessa forma, assim como fez para ganhar o Campeonato Brasileiro de 2013, que o Cruzeiro deseja seguir na atual temporada.

O percurso azul rumo ao objetivo e, quem sabe, a consagração no fim do ano, segue em ritmo acelerado, pelo menos nesse momento da disputa. Com 25 pontos conquistados em 33 possíveis, a Raposa lidera o Brasileirão com folgas. O time estrelado soma oito vitórias, apenas um empate e duas derrotas. Já são cinco pontos de vantagem em relação ao Corinthians, atual vice-líder.

Se a intenção do técnico Marcelo Oliveira é “acumular gordura” e se destacar ainda mais no pelotão de elite, a hora é agora. A 12ª rodada guarda para o Cruzeiro um jogo relativamente fácil, levando em conta a situação do Figueirense, adversário do próximo sábado, às 18h30, no Mineirão. O time catarinense, além de lutar contra o rebaixamento, tem a segunda pior defesa – 15 gols sofridos – e o pior ataque. Em 11 jogos, os catarinenses anotaram apenas cinco gols, o que dá uma mísera média de 0,45 tento por partida disputada.

Enquanto a teoria mostra um jogo mais tranquilo para os celestes, donos do melhor ataque da competição com 23 gols marcados, os adversários diretos do esquadrão cinco estrelas no G-4 pegarão pedreiras. O Corinthians fará o clássico contra o Palmeiras no domingo, no Itaquerão. Já o Fluminense, que aparece hoje em terceiro lugar, e Atlético-PR, em quarto, se enfrentam no mesmo dia, só que na Arena da Baixada.

“Uma boa hora para disparar, mas temos que nos preocupar com o Figueirense. Cada jogo que a gente faz é muito difícil. Por isso, temos que trabalhar para sair com a vitória, o que é o mais importante”, frisou o atacante Marquinhos.

Se vencer seu compromisso contra a equipe alvinegra e contar com tropeços dos concorrentes na atual rodada, o Cruzeiro tomará ainda mais distância na classificação geral da competição, dando uma boa margem para erros que forem cometidos no futuro.

“A gente tem a chance de somar mais três pontos, mas também não podemos nos esquecer de que o Corinthians foi surpreendido pelo próprio Figueirense quando jogava em casa e perdeu por 1 a 0 diante do seu torcedor. São exemplos que o futebol nos traz para que fiquemos mais vigilantes dentro de campo”, afirmou o experiente lateral-direito Ceará.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave