PF investiga desvios na confederação de tae kwon do

há dois inquéritos que investigam suspeita de fraude em licitações e desvio de recursos públicos envolvendo a federação

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

A Polícia Federal cumpriu na manhã desta terça-feira, no Rio, três mandados de busca e apreensão em endereços ligados à Confederação Brasileira de Tae kwon do (CBTKD). Segundo a PF, contra a confederação há dois inquéritos que investigam suspeita de fraude em licitações e desvio de recursos públicos.

Num deles, os agentes investigam a execução do convênio nº 761166, pelo qual a CBTKD recebeu do ministério do Esporte um repasse de R$ 3,082 milhões para "modernização da infraestrutura de equipamentos e materiais para realização de treinamentos e competições visando à preparação dos atletas para os Jogos do Rio/2016".

Os mandados da operação "Contragolpe" foram expedidos pela 2ª Vara Federal Criminal, do Rio, após representação proposta pelo Núcleo de Repressão a Desvio de Recursos Públicos da PF do Rio. De acordo com a polícia, foram apreendidos "diversos documentos de interesse para a investigação". A CBTKD tem sede na Barra da Tijuca, zona norte do Rio.

Leia tudo sobre: tae kwon dofederaçãoinqueritopolicia federalfraude