Mano 'esquece' Palmeiras e se concentra no Bahia

Treinador destaca importância do duelo válido pela Copa do Brasil e deixa clássico em segundo plano

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Técnico corintiano preferiu o atacante Luciano, destaque do jogo contra o Comercial
Site Oficial Corinthians
Técnico corintiano preferiu o atacante Luciano, destaque do jogo contra o Comercial

Mano Menezes permitiu a entrada da imprensa apenas na parte final do treino desta terça-feira, no CT do Parque Ecológico, e não quis revelar a escalação do Corinthians para o jogo desta quarta, contra o Bahia, no Itaquerão, pela terceira fase da Copa do Brasil. O treinador, no entanto, disse que não usará o confronto diante dos baianos para fazer testes visando o clássico de domingo com o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro, também no novo estádio.

"Não é jogo para teste ou preparação. Não podemos enfrentar o Bahia pensando no Palmeiras. Vamos pensar no Palmeiras apenas na quinta-feira", justificou o treinador do Corinthians.

Mano, porém, não descartou a possibilidade de fazer mudanças em relação ao time que empatou sem gols com o Vitória no último domingo, em Salvador, pelo Brasileirão. "Precisamos ter um rendimento mais próximo do que conseguimos contra o Inter (vitória por 2 a 1 na quinta-feira passada, no Itaquerão) do que o que apresentamos em Salvador. O time precisa trocar mais passes do que trocou contra o Vitória", disse.

Apesar estar suspenso para o jogo contra o Palmeiras, o meia Jadson deve enfrentar o Bahia nesta quarta-feira. Ele é o jogador mais criativo da equipe e principal responsável por fazer a ligação entre o meio do campo e o ataque. Como o time baiano deve montar um ferrolho para se proteger, Jadson teria papel fundamental na construção das jogadas para encontrar brechas na defesa adversária.

"O Bahia vai esperar mais e jogar no nosso erro porque o regulamento incentiva que seja assim. Eles têm um segundo jogo em casa (dia 6 de agosto, na Fonte Nova) e, por isso, temos de tomar a iniciativa, propor o jogo e atuar de forma mais enfática", explicou Mano.

Quem corre risco de perder a vaga é o atacante Luciano, que rendeu muito abaixo do esperado na partida em Salvador contra o Vitória. Romero e Romarinho disputam a posição.  

Leia tudo sobre: mano menezescorinthianscopa do brasilbahiatecnico