Gol de Marlos decide final polêmica na Ucrânia

Ex-São Paulo deu o título ao Shakhtar Donetsk, na vitória de 2 a sobre o Dínamo de Kiev, em duelo que misturou futebol e política

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Marlos entrou no fim do jogo e marcou o gol nos acréscimos, garantindo o título ao time de Donetsk
Reprodução/Facebook
Marlos entrou no fim do jogo e marcou o gol nos acréscimos, garantindo o título ao time de Donetsk

Apesar de cinco jogadores brasileiros terem se recusado a voltar para a Ucrânia em meio à crise que assola o país, o Shakhtar Donetsk garantiu, nesta terça-feira, o título da Supercopa da Ucrânia ao vencer o arquirrival Dínamo de Kiev por 2 a 0, em Lviv. O gol do título foi do brasileiro Marlos, ex-São Paulo.

A partida reuniu lados opostos do conflito político vivido pela Ucrânia. O Shakhtar é o principal time de Donetsk, região que não é mais controlada pelo governo central de Kiev e onde separatistas declararam independência e pedem para serem incorporados pela Rússia. Foi em Donetsk que um avião da Malaysia Airlines, que realizava o voo Amsterdã-Kuala Lumpur foi abatido na quinta-feira.

Por conta do medo, cinco jogadores brasileiros (Alex Teixeira, Fred, Dentinho, Douglas Costa e Ismaily), além de um argentino, se recusaram a voltar à Ucrânia com a delegação do Shakhtar Donetsk no domingo. A equipe não pode jogar em casa até as questões políticas envolvendo a região serem resolvidas e por isso a final desta terça aconteceu em Lviv, cidade localizada quase na divisa com a Polônia, no extremo oeste do país, do lado oposto de Donetsk, vizinha à Rússia.

Uma semana e meia depois do fim da Copa, Bernard não jogou pelo Shakhtar porque ainda está de férias. O time campeão abriu o placar a 15 minutos do fim, com Gladkiy, e ampliou nos acréscimos, com Marlos, que saiu do banco. Ilsinho, Fernando, Luiz Adriano e Taison foram titulares do Shakhtar, enquanto Danilo Silva jogou pelo Dínamo.

Leia tudo sobre: Shakhtar Donetskucraniamarlostitulosupercopadinamo de kiev