Ronaldinho Gaúcho falha ao usar 'cavadinhas' em treino de pênaltis

Camisa 10 do Atlético admitiu que iria acionar a cavadinha na final da Libertadores, mas não precisou usar o recurso

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Quem assistiu ao documentário “Contra o Vento”, que conta a trajetória do título da Libertadores do Atlético viu que Ronaldinho Gaúcho tinha a intenção de dar uma 'cavadinha' caso precisasse bater um pênalti na final contra o Olimpia, o que assustou os companheiros de time e o técnico Cuca. No entanto, o alvinegro se tornou campeão sem que ele precisasse bater a penalidade.

Porém, ao que parece, se houver um decisão de pênaltis na Recopa, nesta quarta-feira, ele pode, enfim, usar este recurso. Só que, se depender dos treino desta terça, na Cidade do Galo, não deveria fazer isso.

Ao fim do trabalho da tarde desta terça, os atletas treinaram penalidades e R10 as duas que cobrou. Ele tentou marcar usando a cavadinha, mas falhou nas duas oportunidades. A primeira bateu no travessão, enquanto a segundo foi para fora.

Dentre os jogadores que converteram as duas penalidades, estavam o lateral-direito Marcos Rocha e os atacantes Guilherme e Diego Tardelli. Já o centroavante Jô e o zagueiro Réver estiveram no grupo dos que marcaram um gol e perderam uma cobrança.

Leia tudo sobre: atleticogalocavadinhopenaltifinallibertadoresrecopacontra o ventofilmecuca