Há oito anos, Dunga renovou metade do time de Parreira

Na sua primeira passagem como treinador da seleção, Dunga encarou situação semelhante

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |


Treinador terá seu nome oficialmente anunciado pela CBF na próxima terça (22)
Divulgação
Treinador terá seu nome oficialmente anunciado pela CBF na próxima terça (22)

Dunga volta à seleção brasileira depois de quatro anos com a incumbência de tentar renovar a equipe depois de um desfecho inesperado na Copa do Mundo. Há oito anos, quando assumiu o time pela primeira vez, o capitão do tetra iniciou um trabalho em uma situação parecida após a eliminação do Brasil no Mundial 2006. Na tentativa de renovação em relação ao grupo de Carlos Alberto Parreira, Dunga chamou 13 atletas que não jogaram o Mundial 2006.

A lista do treinador trazia, por exemplo, Vagner Love, Daniel Carvalho, Wagner, Morais, Julio Baptista, Elano, Dudu Cearense, Jônatas (volante), Maicon, Marcelo, Alex (zagueiro), Fábio e Gomes. Dos 22 jogadores chamados por Dunga no dia 1.º de agosto de 2006, oito participaram da Copa do Mundo da Alemanha: os zagueiros Juan, Lúcio e Luisão, os laterais Cicinho e Gilberto, o volante Gilberto Silva e os atacantes Fred e Robinho.

Edmílson, que havia sido cortado a dias da Copa, também foi convocado. Já Kaká, Ronaldinho Gaúcho, Adriano e Ronaldo, os principais nomes do time de Parreira, ficaram fora da primeira lista de Dunga. No dia 16 de agosto de 2006, 15 dias depois da convocação de Dunga, o Brasil não passou de um empate por 1 a 1 com a Noruega. Cicinho, Lúcio, Juan, Gilberto Silva e Robinho, que estiveram em campo na derrota para a França na Copa daquele ano, foram titulares.

Durante os 47 meses em que esteve à frente da seleção, 85 jogadores foram chamados. Robinho foi o mais lembrado, com 26 convocados. Lúcio, Gilberto Silva, Elano e Maicon foram incluídos em 25 listas. Na Copa 2010, oito remanescentes da edição de 2006 estiveram no grupo de Dunga: Julio Cesar, Gilberto, Lúcio, Juan, Luisão, Gilberto Silva, Kaká e Robinho.

Do grupo do Mundial da África do Sul, apenas Thiago Silva e Ramires têm menos de 30 anos. O zagueiro terá 33 anos em 2018. O volante, 31. Já no grupo de Felipão, além dos dois jogadores, mais 13 atletas integram essa lista: Marcelo (26), David Luiz (27), Henrique (28), Luiz Gustavo (26), Paulinho (25), Fernandinho (29), Hernanes (28), Oscar (22), Willian (25), Hulk (27), Neymar (22), Jô (27) e Bernard (21).

Leia tudo sobre: seleção brasileiradungatecnicofutebol