Sede da TV Al Jazeera e da agência Associated Press é atacada em Gaza

O ataque ocorreu um dia depois de o ministro das Relações Exteriores de Israel, Avigdor Lieberman, ter dito que seu país vai trabalhar para fechar Al Jazeera em Israel, segundo a imprensa local

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Tiros foram disparados nesta terça-feira (22) contra um prédio residencial em Gaza, onde fica a sede da televisão catariana Al Jazeera e os escritórios da agência de notícias americana Associated Press (AP). Não houve feridos.

O ataque ocorreu um dia depois de o ministro das Relações Exteriores de Israel, Avigdor Lieberman, ter dito que seu país vai trabalhar para fechar Al Jazeera em Israel, segundo a imprensa local.

"A Al Jazeera abandonou a percepção de ser uma organização de notícias confiável e transmite de Gaza para o mundo incitações anti-Israel, mentiras, e encoraja os terroristas", disse Lieberman.

"Nos disseram que foi um erro, mas que de qualquer maneira era melhor que não voltássemos a nos aproximar", explicou um dos jornalistas que estavam sentados na frente do edifício, protegidos com capacetes e coletes a prova de bala.

Cerca de 300 imóveis civis e casas particulares, dois hospitais e pelo menos uma mesquita foram bombardeados, apesar das exigências da lei humanitária internacional sobre a proteção de civis em pontos de conflito.

A ofensiva em Gaza já deixou mais de 550 palestinos mortos, sendo a maioria civis. Entre os israelenses, são 29 mortes, sendo 27 soldados.

Leia tudo sobre: ConfrontoconflitoTV Al Jazeeraagência Associated PressGazaIsraelMundo