Transposição para o rio Uberaba tenta driblar a seca

Medida foi necessária para aumentar a vazão do rio e atender a demanda da população; uma das bombas do sistema de transposição do rio Claro foi acionada

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Uma das três bombas de acionamento da transposição do rio Claro para o rio Uberaba foi acionada na última semana
DIVULGAÇÃO/ CODAU
Uma das três bombas de acionamento da transposição do rio Claro para o rio Uberaba foi acionada na última semana

Por causa da seca, o Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba (Codau), no Triângulo Mineiro, acionou o sistema de transposição de água do rio Claro para ampliar a vazão do rio Uberaba. Apenas uma das três bombas instaladas no sistema de transposição foi ligada, o que significa um bombeamento de cerca de 230 litros por segundo.

De acordo com o Codau, a medida veio por precaução já que mesmo sem o sistema ligado, o rio Uberaba continuava sustentando sozinho a demanda da cidade. Estão sendo retirados 1000 litros por segundo para abastecimento público e, com a seca, ainda era preciso liberar uma porcentagem desta vazão, após a barragem de nível, por isso a transposição do rio Claro.

As três bombas juntas podem transpor 560 litros por segundo, mas ainda não há previsão de quando a segunda ou a terceira bomba serão ligadas.

No ano passado, não foi necessário o acionamento do sistema, no entanto, em 2012, foi preciso ligar as bombas por 36 dias intercalados entre o dia 17 de setembro e 2 de novembro. Neste período, foram bombeados para o rio Uberaba 1.326 metros cúbicos de água.

Apesar da seca, o órgão garante que não será necessário o racionamento de água este ano. 

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave