Pequenas mudanças fazem a diferença

iG Minas Gerais |

O livro resgata o fazer à mão, o reciclar coisas que estão se perdendo. O volume “Terapias da Casa” tem mais poesia, beleza, a importância de preparar com as próprias mãos algo para receber o outro. É como diz a cantiga: ‘se eu soubesse que tu vinhas no domingo de tardinha, mandava varrer a casa com uma rosa alexandrina’, uma imagem bonita do cuidado com o outro”, conta.

Solano considera que o cuidado amoroso começa com o corpo, o lugar onde se vive, com a cidade que envolve várias moradas e o planeta. “Esse movimento tem a ver com gentileza, com a importância da jardinagem nas cidades grandes e com a casa planeta, a mais importante porque todas as outras dependem dela; mas, por incrível que pareça, é a mais distante, não nos lembramos dela”.

O arquiteto ensina receitas simples e fáceis de fazer, como aproveitar as sobras de sabonete para criar um novo, a faxina de todos os santos, a bênção das cores, trovas e versos para arrumar tudo.

“Quanto mais a gente mudar nossa postura, mais chances teremos de sair dessa crise rapidamente. Por isso falo sobre a ecologia no dia a dia, como economizar água, reciclar objetos, cuidar das plantas e hortas com produtos naturais e, para isso, sugiro receitas caseiras que levam, por exemplo, alho em substituição aos pesticidas. Atitudes como essa beneficiam o meio ambiente. A mudança está nas mãos de cada um. Posso escolher não ser parte do caos, mas da resposta”, propõe Solano. (AED)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave