Mesmo com 'pacote de amarelos', Raposa é a segunda melhor no ranking

Apesar das cinco advertências contra o Verdão, time celeste figura na 19ª posição no quesito cartões amarelos recebidos

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES |

Atacante Dagoberto não participará de nenhum dos amistosos realizados pela Raposa nos Estados Unidos
Cruzeiro/Divulgação
Atacante Dagoberto não participará de nenhum dos amistosos realizados pela Raposa nos Estados Unidos

A vitória do Cruzeiro por 2 a 1 diante do Palmeiras, resultado que deixou a Raposa ainda mais líder do Campeonato Brasileiro, foi marcada por um elevado número de faltas por parte dos jogadores estrelados. Foram 28 infrações que não ficaram “ilesas”, no que diz respeito aos cartões amarelos para os cruzeirenses. Cinco jogadores foram advertidos pelo árbitro Wilton Pereira Sampaio: os volantes Lucas Silva, Henrique e Willian Farias, além do lateral-esquerdo Egídio e o goleiro Fábio.

Foi a primeira vez nesta temporada que a Raposa recebeu cinco amarelos em um único jogo. Antes da partida contra o Alviverde Paulista, o time celeste havia “passado em branco” no quesito cartões amarelos em três compromissos do Brasileirão, contra o Corinthians, Flamengo e Vitória.

Apesar do número de cartões recebidos, o Cruzeiro, dentre os 20 clubes da Série A, é a segunda equipe, ao lado do Corinthians, que menos advertências recebeu dos árbitros: 19. Entretanto, é o quinto time que mais cometeu faltas nas 11 rodadas disputadas até aqui: 199. Sport (217), Coritiba (212), Criciúma (206) e Palmeiras (200) estão à frente dos azuis.

A Raposa é a que menos recebeu faltas (156). O Bahia é o time mais faltoso: 229. Apesar de ser o “mais visado”, o time baiano lidera a estatística dos amarelos recebidos: 36.

Henrique e Dagoberto aparecem como os cruzeirenses que mais receberam amarelos. Cada um tem duas advertências na conta e estão pendurados. Se receberem mais um cartão ficarão fora de uma partida. 

 

Leia tudo sobre: CRUZEIRORAPOSACAMPEONATO BRASILEIROPALMEIRAS