Skaf terá um minuto a mais que Alckmin no horário eleitoral gratuito

Ex-presidente da Fiesp terá 5min58s; tucano somará 4min51s; Padilha tem 4min22s

iG Minas Gerais | Da Redação |

Na divisão do horário eleitoral gratuito em São Paulo, o candidato do PMDB ao governo estadual, Paulo Skaf, ficou com a maior fatia de tempo. Serão 5 minutos e 58 segundos para as propostas do ex-presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), mais de um minuto a mais que o governador Geraldo Alckmin (PSDB), que tenta a reeleição. O tucano terá 4 minutos e 51 segundos. Já Alexandre Padilha (PT) ficou com 4 minutos e 22 segundos. O horário eleitoral começa no dia 19 de agosto. A divisão foi discutida com os partidos em reunião no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo nesta segunda-feira (21). Também foi apresentada a divisão das inserções gratuitas, que são propagandas de 30 segundos a um minuto distribuídas ao longo da programação das televisões abertas e das rádios. A chapa de Skaf, "São Paulo Quer o Melhor", terá 1 minuto e 47 segundos diários. "Aqui é São Paulo", coligação liderada por Alckmin, ficou com 1 minuto e 27 segundos, e "Para Mudar de Verdade", com Padilha como candidato ao governo, terá 1 minuto e 18 segundos. As propaganda eleitoral na televisão são o principal instrumento com o qual os candidatos que tentam vencer Alckmin contam para aumentar suas intenções de voto. Na última pesquisa Datafolha, o tucano aparece à frente e venceria em primeiro turno, com 54% das intenções de voto. Skaf e Padilha pontuaram, respectivamente, 16% e 4%. A margem de erro máxima é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Leia tudo sobre: paulo skateleiçõessão pauloeleição