Flamengo repudia agressão 'criminosa' a André Santos

Segundo relatos, o lateral-esquerdo rubro-negro foi agredido a socos e pontapés na saída do estádio

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O Flamengo confirmou, nesta segunda-feira, que o lateral-esquerdo André Santos foi agredido por torcedores da equipe no último domingo, após mais uma derrota no Campeonato Brasileiro, desta vez por 4 a 0 diante do Internacional, no Beira-Rio. O clube fez questão de repudiar esta atitude de parte da torcida e chamou a ação de "criminosa".

"O Clube de Regatas do Flamengo repudia a agressão ao seu jogador André Santos, após a partida deste domingo, contra o Internacional, em Porto Alegre", dizia uma nota publicada no site oficial do clube. "Este tipo de atitude, além de criminosa, só vem a prejudicar o Flamengo".

Após a derrota para o Inter, pelo menos 15 pessoas com camisas do Flamengo cercaram André Santos no pátio do Beira-Rio quando o jogador se dirigia para uma van do clube. Segundo relatos, o lateral foi agredido a socos e pontapés. A Brigada Militar precisou intervir e houve confronto com os torcedores.

"André Santos, assim como os outros jogadores, foi liberado pela diretoria para se encontrar com sua família em Florianópolis após o jogo, já que a reapresentação do elenco só ocorrerá nesta terça-feira, às 9h. Enquanto se encaminhava para a van que o levaria ao aeroporto, foi cercado por algumas pessoas e agredido covardemente", relatou o clube.

O lateral tem sido muito criticado pela torcida e é considerado um dos principais culpados pela péssima fase atravessada pelo Flamengo no Campeonato Brasileiro. A derrota para o Inter foi a terceira consecutiva da equipe, que ocupa a lanterna da tabela, com apenas sete pontos em 11 jogos.

Outro considerado culpado pela torcida é o técnico Ney Franco. Desde que assumiu, o treinador ainda não conseguiu levar o Flamengo a uma vitória, tendo disputado sete partidas, com quatro derrotas e três empates. Há quem cogite até uma possível demissão antes do clássico diante do Botafogo, domingo que vem, no Maracanã.  

Leia tudo sobre: flamengorepudiaagressaoandre santos