Após ofensa, Lúcio se desculpa e deseja sorte a Manoel

Anteriormente, jogador do Palmeiras havia dito que Manoel havia dado uma cotovelada em seu rosto e por isso ele seria "covarde"

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O zagueiro Lúcio mudou o discurso horas depois de ter xingado o zagueiro Manoel, do Cruzeiro, de "covarde". O jogador do Palmeiras disse que reviu a jogada em que ele se chocou com o adversário e machucou o rosto e negou que tivesse havido má-fé, como disse anteriormente, no último domingo.

"Venho pedir desculpas ao colega cruzeirense Manoel, sobre o fato ocorrido ontem (domingo) no jogo. Estava muito assustado e triste e acabei errando em chamá-lo de covarde, foi um choque normal de jogo, reconheço que errei, por isso peço desculpas. Saí tarde do hospital e não tinha visto o replay da jogada, ato falho meu! Perdão de coração e desculpe por aquele momento de ira! Boa sorte e que Deus abençoe. Duas da manhã e até agora criando coragem para dizer essas palavras para você parceiro! Perdão!!! E parabéns pela vitória (sic)", escreveu Lúcio, em sua página pessoal do Instagram.

O palmeirense deixou o estádio do Pacaembu após a derrota por 2 a 1 e foi direto para o hospital fazer exames. Em sua página na rede social, ele disse que Manoel havia dado uma cotovelada em seu rosto e por isso ele seria covarde. Na verdade, houve um choque de cabeça, involuntário.

Lúcio sofreu uma fratura no rosto, perto do olho direito e é desfalque certo para a partida contra o Avaí, quarta-feira, em Florianópolis, pela Copa do Brasil. Ele é dúvida para o clássico diante do Corinthians, domingo, no Itaquerão, pelo Brasileirão.

Leia tudo sobre: cruzeiropalmeirasluciopededesculpasmanoeldeclaraçaocabeçaquente