Tufão mata ao menos 118 nas Filipinas, China e Vietnã

Segundo números atualizados com dados até domingo (20), o tufão matou ao menos 94 pessoas, deixou seis desaparecidos e outros 437 feridos nas Filipinas

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

TUFAO NAS FILIPINAS
Residents wade along a flooded road as Typhoon Rammasun nears suburban Quezon city, Philippines on Wednesday, July 16, 2014. Typhoon Rammasun knocked out power in many areas but it spared the Philippine capital, Manila, and densely-populated northern provinces from being directly battered Wednesday when its fierce wind shifted slightly away, officials said.  (AP Photo/Aaron Favila)
Aaron Favila/AP
TUFAO NAS FILIPINAS Residents wade along a flooded road as Typhoon Rammasun nears suburban Quezon city, Philippines on Wednesday, July 16, 2014. Typhoon Rammasun knocked out power in many areas but it spared the Philippine capital, Manila, and densely-populated northern provinces from being directly battered Wednesday when its fierce wind shifted slightly away, officials said. (AP Photo/Aaron Favila)

O total de mortos após a passagem do tufão Rammasun subiu para pelo menos 118, sendo as últimas fatalidades reportadas no norte do Vietnã e no sul da China. Anteriormente, o fenômeno havia deixado 94 mortos nas Filipinas.

No Vietnã, o tufão provocou deslizamentos de terra e inundações no sábado, matando ao menos oito pessoas e afetando mais de seis mil casas. O tufão danificou 3.300 hectares de arroz e outras plantações na região, de acordo com informações oficiais. A província de Lang Son, a 150 quilômetros de Hanói, foi a mais afetada, com quatro mortos.

Já as autoridades chinesas reportaram danos significativos nas províncias do sul do país nesta segunda-feira. Ao menos 26 morreram até esta manhã e outras 25 estavam desaparecidas ao longo das províncias de Guangdong, Hainan e Yunnan, bem como na região de Guangxi, segundo números do Ministério de Assuntos Civis. O ministério estimou perdas econômicas de mais de 25 bilhões de yuans (US$ 4,02 bilhões).

As Filipinas foram as mais afetadas. Segundo números atualizados com dados até domingo (20), o tufão matou ao menos 94 pessoas, deixou seis desaparecidos e outros 437 feridos.

Leia tudo sobre: TufãoFilipinasVietnãChinamortosdesastreRammasunMundo