Flamengo tem a missão de vencer fora de casa para deixar a lanterna

Equipe rubro-negra amarga a última posição na tabela do Campenato Brasileiro e só uma vitória interessa ao carioca diante do Inter

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Ney Franco também admitiu que não conseguiu alcançar seu objetivo com mudanças na equipe
Flamengo/Divulgação
Ney Franco também admitiu que não conseguiu alcançar seu objetivo com mudanças na equipe

Depois de amargar uma derrota para o Atlético Paranaense na volta do Campeonato Brasileiro, o Flamengo enfrenta o Internacional neste domingo, às 16 horas, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 11.ª rodada, e não poderá contar com alguns nomes importantes do elenco para a partida. O argentino Héctor Canteros não foi regularizado a tempo e só deve estrear contra o Botafogo, no próximo dia 27. Samir e Hernane também ficam fora.

Reforço do time da Gávea, o meia argentino não teve o seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF até as 19 horas desta sexta, horário limite para a regularização. Com isso terá de esperar a próxima semana para estrear, talvez, no clássico contra o Botafogo.

O mesmo vale para o atacante Hernane, que será poupado pelo técnico Ney Franco. O jogador vem treinando normalmente, está recuperado de lesão no tornozelo, mas não está 100% seguro, de acordo com o treinador.

O zagueiro Samir também será desfalque contra o Internacional. Ele se contundiu no último confronto e não joga. Desta forma, o técnico terá de abrir mão do esquema 3-5-2 para jogar com apenas dois defensores. "Pela ausência do Samir, vamos retirar um dos zagueiros e vamos montar a equipe no 4-4-2", explicou Ney Franco.

O Flamengo é o lanterna do Brasileirão, com apenas sete pontos somados em 10 partidas, e tenta se recuperar na competição. Por outro lado, o Internacional, que também vem de derrota, tem situação mais confortável na tabela de classificação, ocupando a oitava posição, com 16 pontos, e busca se aproximar do G4.

Leia tudo sobre: flamengolanternainterfutebol