Ricardo Almeida

Estilista e empresário

iG Minas Gerais | Helenice Laguardia |

Você está otimista quanto ao próximo governante?  

Eu não estou otimista para o próximo ano, independentemente do próximo governo, porque, o que eles estão fazendo agora para ganhar a eleição, eles estão sacrificando muita coisa. Na hora em que acabar a eleição, eles vão ter que mudar totalmente as medidas.

Se houvesse uma política de desoneração de impostos, qual seria o reflexo no preço do terno que você faz?

Não fiz essa conta, mas, com certeza, baratearia muito. Por exemplo, tem tecido que não existe no Brasil, por isso eu preciso importar. Então, aqui dentro, custa um absurdo, 80% a mais. O Estado não pode cobrar os 18% de ICMS que ele cobra hoje. Para uma empresa ganhar 18%, ela tem que ser absurdamente top. Como você paga 18% em um único imposto?

Falta competitividade também à nossa indústria?

Mas, para o cara montar indústria e não ganhar, é melhor trazer de fora, porque é mais barato.

O que deveria mudar para facilitar a vida do empresário?

Tem que investir em escolas técnicas para os empresários terem mão de obra qualificada, tem que diminuir os juros. Tinha que ser zero, e eles iriam ganhar um monte no imposto. Na China, o governo dá dinheiro para o empresário montar o negócio porque ele ganha do outro lado, aqui não. Eu acho que tinha que ser zero, no máximo a correção.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave