Dilma fala sobre a morte de Rubem Alves em rede social; veja

Escritor teve morte comentada nas redes sociais, confira repercussão

iG Minas Gerais | Da redação |

MAGAZINE - RUBEM ALVES ESCRITOR 
FOTO: ARQUIVO PESSOAL / FACEBOOK
ARQUIVO PESSOAL / FACEBOOK
MAGAZINE - RUBEM ALVES ESCRITOR FOTO: ARQUIVO PESSOAL / FACEBOOK

A morte do escritor Rubem Alves, que faleceu neste sábado (19), em Campinas, teve repercussão nas redes sociais.

Veja abaixo as homenagens prestadas:

"O Brasil perdeu, na manhã de hoje (19), o escritor e educador Rubem Alves, de 80 anos. Um dos intelectuais mais respeitados do Brasil, Rubem Alves era mineiro de Dores da Boa Esperança, mas morava em Campinas há décadas. Ele é autor de livros como "A pipa e a flor", "Ostra Feliz Não Faz Pérola" e "A Volta do Pássaro Encantado"", Dilma Rousseff, presidente, em sua página oficial no Facebook.

"Partiu Rubem Alves. Ao morrer mais um dos grandes, cresce nossa orfandade", padre Fábio de Melo, no Twitter.

"Morreu Rubem Alves, o poeta da educação, o cientista da liberdade. Tive a honra de dar muitas palestras com ele, de beber de sua sabedoria, de comungar dos seus afetos", Gabriel Chalita, deputado federal, em sua página oficial no Facebook.

"O escritor, educador, psicanalista e teólogo Rubem Alves morreu hoje, aos 80 anos, em Campinas (SP). Querido e admirado pelos que aprenderam com suas tantas lições, deixa um legado de amor à educação e ao significado da vida em mais de 40 obras. Em novembro de 2011, escrevi sobre sua despedida como cronista das páginas do jornal Folha de S. Paulo. Rememoro aqui com vocês um trecho desse artigo, 'Além do Cotidiano', pedindo a Deus que console especialmente a todos os seus familiares neste momento de dor. "Do filósofo, esforcei-me para reter o pensamento amplo que descortina a história da humanidade, buscando superar a era da informação em busca de uma era da sabedoria. Do cronista, saboreei o café cotidiano, capaz de dar gosto ao dia e à semana. Mas foi o poeta Rubem Alves que encontrei, mais uma vez, em sua despedida dessas páginas de jornal. É a ele que respondo, nessa incompleta homenagem com as palavras que extraí - nas linhas e entre elas - de seu texto denso e profundo: Disseste tudo ao dizer: Quando a ausência de mim Fizer presença em meu ser, Visitarei a mim mesmo, Para não me afastar de você." - Marina Silva, ex-senadora, em sua página oficial no Facebook [o texto "Além do Cotidiano" foi publicado na Folha em 4/11/2011]

Leia tudo sobre: rubem alves