Presidente de federação afirma que Dunga é novo técnico do Brasil

Francisco Noveletto, que preside o futebol gaúcho, contou que treinador estava negociando com a seleção venezuelana, mas sumiu nos últimos dias

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

undefined

Se depender do presidente da federação gaúcha de futebol, Francisco Noveletto, a seleção brasileira já tem um novo técnico. Trata-se do ex-jogador Dunga, que comandou o Brasil na Copa do Mundo de 2010. A informação foi publicada pelo portal Lancenet.  A informação pode ir ao encontro com a decisão da CBF de apresentar o novo treinador, que não foi confirmado, na próxima terça-feira. 

Segundo a publicação, o dirigente foi um dos mediadores da negociação que levaria o técnico Dunga ao comando da Venezuela. 

"Dunga tinha de estar segunda-feira, aqui, em Porto Alegre para acertarmos a ida dele. Mas ele sumiu", disse Noveletto. 

Procurado pelo presidente da federação venezuelana, Rafael Esquivel Melo, o dirigente teria sugerido o nome do ex-jogador para conduzir o projeto de levar a seleção sul-americana à Copa do Mundo de 2018, na Rússia. 

Após a decisão do terceiro lugar, entre Holanda e Brasil, ficou acertada uma viagem de Dunga a Venezuela. 

"Aí, ele sumiu. Na quarta-feira, me enviou um SMS dizendo que estava em São Paulo e viria a Porto Alegre para falar comigo no dia seguinte. Não apareceu e tive a certeza de que ele era o novo técnico do Brasil. Até hoje (sábado) não falou mais comigo", ressaltou o presidente da Federação Gaúcha. 

Ainda segundo o site, o ex-capitão da seleção brasileira teria recebido uma proposta de 150 mil dólares mensais, além de cinco milhões de dólares caso a seleção se classifique para o Mundial da Rússia. 

Sem a resposta do brasileiro, a federação venezuelana anunciou o acerto Noel Chita Sanvicente, na quinta-feira. 

Além de Dunga, Tite e Muricy Ramalho foram apontadores como sucessores de Felipão no comando do Brasil.