Brasileiros disputam bronze na Holanda no vôlei de praia

Derrotados nas semifinais neste sábado, as duplas Alison/Bruno Schmidt e Pedro Solberg/Emanuel se enfrentarão

iG Minas Gerais | Agência estado |

Dupla forma por Alison e Bruno Schmidt foi uma das que se garantiu na competição
FIVB/Divulgação
Dupla forma por Alison e Bruno Schmidt foi uma das que se garantiu na competição

O torneio masculino do Grand Slam de Haia do Circuito Mundial de Vôlei de Praia terá neste domingo um duelo brasileiro que valerá a medalha de bronze da competição. Derrotados nas semifinais neste sábado, as duplas Alison/Bruno Schmidt e Pedro Solberg/Emanuel se enfrentarão na Holanda a partir das 9h30 (horário de Brasília).

A busca pelo terceiro lugar será um consolo para as parcerias do Brasil, que jogarão uma decisão pelo último degrau do pódio pela segunda vez nesta temporada. No Grand Slam de Berlim, Alison e Bruno Schmidt derrotaram Pedro e Emanuel.

O certo é que o País já assegurou mais uma medalha neste ano com a passagem dos duplistas brasileiros às semifinais. O sábado começou bem para eles. Primeiro, Pedro Solberg e Emanuel venceram os letões Samoilovs e Smedins, atuais campeões do Circuito Mundial, por 2 sets a 1 (23/21, 12/21, 15/13), nas quartas de final. Em seguida, porém, foram batidos pelos poloneses Fijalek e Prudel por 2 a 0, com 24/22 e 23/21.

Já Alison e Bruno Schmidt começaram o sábado passando pelos alemães Erdmann e Matysik com parciais de 22/20 e 21/19. Na sequência, entretanto, acabaram superados pelos norte-americanos Dalhausser e Rosenthal por 21/17 e 32/30, em um jogo muito equilibrado. Assim, a dupla dos Estados Unidos se credenciou para lutar pelo título do Grand Slam de Haia diante de Fijalek e Prudel.

Fora da final, os brasileiros lutarão pelo bronze naquela que será a quinta medalha de parcerias masculinas do País no Circuito Mundial nesta temporada. Três delas foram obtidas por Alison e Bruno: as pratas no Open de Fuzhou e no Grand Slam de Gstaad, além do bronze no Grand Slam de Berlim. Já Ricardo e Álvaro Filho, eliminados já no qualifying em Haia, ficaram com a prata no Grand Slam de Stavanger.

Leia tudo sobre: volei de areiaholanda