Grêmio pega Figueirense e quer fim de jejum do ataque

Contra os catarinenses, o time terá o retorno do zagueiro Saimon, que jogará na lateral-esquerda

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Barcos marcou o único gol da partida contra o Goiás, que também brigava por Libertadores
Grêmio/Divulgação
Barcos marcou o único gol da partida contra o Goiás, que também brigava por Libertadores

De ressaca ao amargar quatro partidas sem marcar gol, o Grêmio treinou nesta sexta-feira para a partida contra o Figueirense, neste sábado, às 18h30, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela 11.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Pelo que se viu no gramado do estádio Olímpico, o time que entrará em campo deve ser o mesmo que empatou com o Goiás na última quarta, na Arena Grêmio, em 0 a 0. O técnico Enderson Moreira fez um intensivo em bolas paradas. Já o setor ofensivo é o mesmo da última partida - e das últimas quatro rodadas. A novidade pode ficar por conta do zagueiro Saimon na lateral esquerda, já que Marquinhos Pedroso está machucado. O time tricolor fez sete gols no campeonato, ficando à frente apenas do Figueirense. "A necessidade de vitória no campeonato é em toda rodada, dentro ou fora de casa. Como viemos de resultados que não foram bons em casa, fora temos que recuperar o tempo perdido", afirmou Ramiro, na chegada da delegação em Florianópolis nesta sexta. O que chama a atenção na partida deste sábado é o valor dos ingressos: de 100 a 200 reais.

Leia tudo sobre: GrêmioCampeonato BrasileiroataqueEnderson Moreira