Moacir Júnior aprova formação como dois armadores

Treinador americano gostou do desempenho do América contra o Oeste-SP, mas não garante que vai manter os meias Mancini e Tchô para o jogo diante do América-RN

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Essa será a terceira vez que Moacir Júnior vai comandar o Tombense
ALEXANDRE GUZANSHE/O TEMPO
Essa será a terceira vez que Moacir Júnior vai comandar o Tombense

A vitória por 3 a 0 sobre o Oeste-SP, resultado que garantiu ao time do América a liderança provisória da Série B do Campeonato Brasileiro, foi muito comemorada pelo técnico Moacir Júnior. "A proposta de mudar o esquema tático com a escalação do Mancini e do Tchô deu certo. Nós conseguimos encaixar bem as nossas jogadas e  chegar com mais homens na área para marcar os gols", afirmou o treinador.

A mudança no esquema tático deixou o América mais ofensivo para definir o placar ainda no primeiro tempo da partida disputada na noite desta sexta-feira, no Independência.  "No segundo tempo jogamos com inteligência. O que nos interessava nesta partida eram os três pontos. Fiquei muito satisfeito com a performance de todos", destacou Moacir Júnior, que não garante a manutenção do time com dois armadores para a partida da próxima sexta-feira, fora de casa, contra o América-RN.

"A formação com dois meias foi aprovado e funcionou bem contra o Oeste, quando jogamos em casa e decidimos ir para cima. Agora, vamos atuar como visitantes e o esquema precisa ser melhor observado", destacou o treinador americano. Para o jogo da próxima sexta-feira, o América poderá ficar sem o atacante Obina. O jogador deixou a partida contra o Oeste reclamando de uma torção no tornozelo direito e depende de reavaliação médica.

Leia tudo sobre: Oeste-SPIndependênciaarmadoresMoacir JúniorSérie BObinaTchôManciniformação