Após conversa com Assis, Levir explica ‘situação’ de R10 no Atlético

Treinador teve um bate-papo esclarecedor com o irmão e empresário de Ronaldinho, e espera ver melhora do craque daqui para frente

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA |

Não é novidade alguma que Ronaldinho Gaúcho está longe de mostrar o seu melhor futebol em 2014. O próprio craque já deu entrevistas deixando claro que pode retomar as atuações que fez a torcida alvinegra venerá-lo. Após o treino desta sexta-feira na Cidade do Galo, o técnico Levir Culpi foi bombardeado pela imprensa com perguntas sobre R10. O motivo era óbvio: a decisão do camisa 10 em não querer sentar no banco de reservas, após ser substituído contra o Lanús-ARG, e os desdobramentos deste fato.

Enquanto ‘explicava’ a situação do jogador, Levir também comentou sobre a conversa que teve com o empresário e o irmão do craque, Roberto de Assis, nesta sexta no CT alvinegro, não escondendo o assunto do bate-papo.

“Conversamos sobre isso (Ronaldinho não ficar no banco). O Assis é responsável pela situação do Ronaldinho. Ele é ex-jogador e entende o que está acontecendo. As conversas são interessantes, pois ele pode se expressar. Ouvir não custa nada, de ambas as partes. Se puder conversar, sempre que possível nós vamos só colher coisas boas, independentemente dos jogadores. Estamos no Atlético e precisamos vencer, todos têm de estar com um pensamento só. Se eu sentir que tem alguém um pouco ausente, eu não quero contar com esse atleta”, avisou Levir Culpi.

Apesar de reafirmar que Ronaldinho não está em sua melhor fase, o comandante atleticano não o coloca como reserva – R10 será poupado contra o Bahia neste fim de semana. Contudo, o técnico admite que os números do camisa 10 não são dos melhores. Estão longe disto. E para Levir Culpi, as estatísticas de um jogador dizem muito sobre o atleta.

“Ele não está com bons números. Gols, assistências, roubadas de bola, que é o status do jogador. Os números não são bons, mas ele é espetacular; ele é acima da média e todos nós gostamos de vê-lo jogar, para ele se manter em alto nível”, disse Levir.

“Ele tem uma capacidade física acima da média. Percentual de gordura muito bom. Ele tem a técnica que raramente você encontra em um atleta profissional. Mas tem a questão da idade que você perde alguns predicados físicos”, completou.

Para a partida diante do Bahia, neste sábado, às 18h30, no Independência, o Atlético entrará em campo com um time misto. Além dos suspensos Pierre e Emerson Conceição, Levir não acionará os poupados Donizete, R10 e Tardelli.

Leia tudo sobre: AtleticoGaloRonaldinhoAssisLevir