Feliz por Copa, Vettel pede apoio da torcida 'em casa'

Piloto quer aproveitar o tetracampeonato da seleção alemã no Brasil para ganhar apoio no GP da Alemanha no Circuito de Hockenheim

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Vettel nunca venceu uma prova do Circuito de Hockenheim em sua carreira na Fórmula 1
RED BULL/DIVULGAÇÃO
Vettel nunca venceu uma prova do Circuito de Hockenheim em sua carreira na Fórmula 1

A Copa do Mundo já acabou, mas a torcida alemã ainda vive clima de festa por causa do tetracampeonato. E Sebastian Vettel quer aproveitar o tetracampeonato da seleção alemã no Brasil para ganhar apoio no GP da Alemanha no Circuito de Hockenheim, onde nunca venceu em sua carreira na Fórmula 1.

"Estamos mais do que feliz por termos vencido a Copa do Mundo. É sempre maravilhoso ver seu time conquistar um dos maiores campeonatos do esporte", disse Vettel, após os primeiros treinos livres do GP alemão. "Espero que esta euforia e todas as bandeiras alemãs, exibidas em homenagem a nossa seleção, apareçam na pista neste fim de semana".

A convocação de Vettel não é por acaso. Os dois treinos livres desta sexta-feira atraíram pouco público e preocuparam alguns dirigentes da categoria, como Toto Wolff, um dos chefes da Mercedes, equipe de origem alemã e que lidera com folga o campeonato. "Se compararmos a sexta-feira de Hockenheim com a sexta de Silverstone ou da Áustria, é um mundo diferente", reclamou Wolff, decepcionado com o baixo público na Alemanha.

Para Vettel, que ainda sonha em desbancar os carros da Mercedes neste ano, a presença da torcida seria ainda mais especial. Hockenheim fica a apenas 40 quilômetros de sua cidade natal, Heppenheim. "Infelizmente, hoje não tinha muitas pessoas, mas espero que o número cresça amanhã e na corrida de domingo", afirmou.

"Seria incrível vencer aqui. Eu já ganhei uma corrida em casa, mas não foi aqui. Então adoraria incluir este feito na minha lista", disse o piloto alemão, que vencera em Nurburgring no ano passado - o circuito se reveza com Hockenheim no calendário da F1 a cada ano.

Para tanto, Vettel torce contra os prognósticos, ciente do poderio da Mercedes na temporada. "Talvez se chover no domingo, isso poderia nos ajudar. Em pista seca, é difícil alcançar a Mercedes. Então vamos torcer por chuva", afirmou, entre risadas.

Vettel é apenas o sexto colocado no campeonato, com menos da metade dos pontos do compatriota Nico Rosberg, que duela com o companheiro de Mercedes Lewis Hamilton pelo título. Nesta sexta-feira, após dois treinos livres, Vettel foi o oitavo mais rápido do dia. Hamilton foi o primeiro, seguido de perto por Rosberg.

Leia tudo sobre: formula 1automobilismoesportevettel