Em jejum, Grêmio deverá repetir formação de ataque

Apesar de não balançar as redes adversárias há dois meses, técnico Enderson Moreira manterá titulares em busca de sequência

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Barcos balançou as redes duas vezes em vitória do Grêmio sobre o Novo Hamburgo
FLICKR OFICIAL/GRÊMIO/DIVULGAÇÃO
Barcos balançou as redes duas vezes em vitória do Grêmio sobre o Novo Hamburgo

Sem marcar um gol no Campeonato Brasileiro desde 21 de maio, quando venceu o Botafogo por 2 a 1, em casa, o Grêmio não deverá contar com mudanças em sua formação ofensiva para o jogo deste sábado, contra o Figueirense, às 18h30, em Florianópolis, pela 11ª rodada da competição nacional.

No treino que comandou nesta sexta-feira, o técnico Enderson Moreira deu sinais de que deverá manter Alan Ruiz, Giuliano, Luan e Barcos como jogadores que ficam mais próximos ao gol adversário. O quarteto foi escalado no mesmo grupo em um trabalho no qual o treinador dividiu o elenco em quatro setores, com jogadores usando quatro diferentes cores de coletes, em gramado reduzido.

Depois de derrotar o Botafogo em 21 de maio, o Grêmio foi derrotado pelo São Paulo (1 a 0) e acumulou empates por 0 a 0 com Sport, Palmeiras e Goiás, este último na quarta-feira, em casa, no seu primeiro confronto após a paralisação do Brasileirão por causa da disputa da Copa do Mundo.

Caso repita a formação titular que vem utilizando, o Grêmio irá a campo neste sábado com Marcelo Grohe; Pará, Rhodolfo, Geromel e Saimon; Riveros, Ramiro, Alan Ruiz, Giuliano e Luan; Barcos. O lateral Marquinhos, que está em processo de recondicionamento físico, seguiu entregue ao departamento médico e não participou do trabalho tático desta sexta-feira.

Leia tudo sobre: gremioataquebarcostimetitularfutebol