Suposto toque de recolher assusta a população

Após a morte de um traficante, um toque de recolher foi imposto por outros traficantes do bairro Água Branca

iG Minas Gerais |

Assassinato. 
Homem a foi morto a tiros no bairro Riacho das Pedras
Web Repórter
Assassinato. Homem a foi morto a tiros no bairro Riacho das Pedras

Um suposto toque de recolher gerou medo entre os moradores do bairro Conjunto Água Branca, na última quarta-feira (16). A informação é de que um toque de recolher foi imposto por traficantes por conta da morte de um bandido, no dia anterior, o que fechou comércios e levou a um reforço no policiamento na região. Segundo as informações de moradores, que preferiram não se identificar, o toque de recolher foi imposto após a morte de Milton Jardim da Silva, mais conhecido como Romarinho, que seria um traficante antigo da região. Ele foi morto com vários tiros na tarde de terça (15) no bairro Riacho das Pedras. Segundo uma moradora, ela ficou sabendo por conhecidos que bandidos passaram nos comércios avisando que era para baixar as portas. "Estamos todos com medo. Tem muito policiamento na minha rua, na avenida Cinco. Tá tendo blitz, estão abordando pessoas suspeitas. Aqui perto só uma loja fechou, mas o restante está aberto porque tem policiamento intenso na porta. Já teve toque aqui, mas essa é a primeira vez que vejo tanto policiamento. Fui na padaria e vi eles abordando um pessoal, blitz", disse a moradora. De acordo com os militares do 39º Batalhão da PM, não há toque de recolher. Segundo a corporação, se trata apenas de um boato, porém, o policiamento foi reforçado na região para aumentar a sensação de segurança no local. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave