Mulher que foi atropelada por ladrão de táxi teve que amputar a perna

A vítima teve parte da perna esmagada quando o suspeito de roubar um táxi a atropelou durante tentativa de fuga da polícia

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Luciano, algemado, ao dar entrada no hospital
divulgação/ pm
Luciano, algemado, ao dar entrada no hospital

A mulher que foi atropelada na noite dessa quinta-feira (17) passou por uma cirurgia de amputação, na madrugada desta sexta-feira (18). Ela teve parte de sua perna esmagada em um atropelamento provocado por um homem que acabava de roubar um táxi e tentava fugir da polícia na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a assessoria do Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, Creuza Fagundes Cruz, 57, já respira sem a ajuda de aparelhos e permanece internada em estado grave, porém estável.

O suspeito responsável pelo acidente, Luciano Aparecido dos Santos, 36, também ficou ferido e foi levado sob escolta policial para o Hospital Regional de Betim. A reportagem tentou contato com a assessoria de comunicação da unidade para saber se ele já foi liberado mas ninguém foi encontrado para comentar o caso.

Nessa quinta, Luciano embarcou em um táxi no centro de Betim e pediu ao motorista que o levasse até a cidade de Mateus Leme. No trajeto, ele anunciou o assalto e passou a ameaçar a vítima com um canivete sob a blusa. Na cidade indicada ele mandou o taxista descer e partiu em direção a Sarzedo. Foi quando a vítima ligou para a polícia, passou as características do suspeito e acionou a seguradora.

Com a ajuda de um GPS os militares fizeram o cerco ao suspeito. Durante a fuga, Luciano atropelou Creuza, que teve parte de uma perna esmagada, do joelho para baixo. Ele foi preso e levado para o hospital depois de capotar o veículo, que teve perda total. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave