Marcelo Oliveira torce para que futebol ofensivo e coletivo vire moda

Treinador celeste quer que futebol brasileiro se permita ser influenciado pelo estilo das grandes seleções que desfilaram no Brasil durante a Copa do Mundo

iG Minas Gerais | RÔMULO ABREU |

ESPORTES - BELO HORIZONTE MG - BRASIL - CAMPEONATO BRASILEIRO 2014 - CRUZEIRO X VITORIA - Estadio Mineirao em Belo Horizonte MG. Marcelo Oliveira
Foto: Douglas Magno / O Tempo
douglas magno
ESPORTES - BELO HORIZONTE MG - BRASIL - CAMPEONATO BRASILEIRO 2014 - CRUZEIRO X VITORIA - Estadio Mineirao em Belo Horizonte MG. Marcelo Oliveira Foto: Douglas Magno / O Tempo

Adepto do futebol ofensivo e coletivo, o técnico Marcelo Oliveira viu o estilo que levou o Cruzeiro ao título brasileiro de 2013 ser praticado e enaltecido durante a Copa do Mundo disputada no Brasil. A expectativa do comandante cruzeirense é que, a partir de agora, essa filosofia vire moda no futebol brasileiro.

Houve até quem comparasse o futebol moderno da campeã Alemanha com o do time mineiro, pelo fato de que os dois times possuem bons talentos individuais, mas se destacam pela força do conjunto. Animado, Oliveira espera que os clubes do Brasil se inspirem e explorem este, que, para ele, é o maior legado que o Mundial deixou do ponto de vista técnico.

“Os grandes clubes se prepararam bem, contrataram, inclusive o Cruzeiro, embora esteja em situação boa. Todo mundo vai jogar se recompondo, então vamos encontrar essa situação. Talvez haja uma reflexão em função da Copa do Mundo, e o maior legado que tivemos foi essa movimentação, a maior chegada de jogadores no ataque, e talvez isso vire moda”, analisou.

Assim como no ano passado, o Cruzeiro segue priorizando o jogo coletivo, e isso faz com que o time seja bastante democrático na hora de marcar os gols. No triunfo sobre o Vitória, Ricardo Goulart e Everton Ribeiro marcaram – além de um contra. No total, oito jogadores da Raposa já balançaram as redes neste Nacional.

Leia tudo sobre: marcelo oliveirafutebolcopainfluenciaofensivocoletivocruzeiroraposa