Mobicentro é alternativa para reduzir horário de pico em BH

Projeto vai eliminar conversões à esquerda e criar opções de rotas que não passem pelo centro; objetivo é aumentar a velocidade do carro em 125% e a do ônibus em 88%

iG Minas Gerais | Joana Suarez |

Expectativa. Ideia é reorganizar o tráfego para que haja maior controle da capacidade das vias
Alex de Jesus - 28.11.2013
Expectativa. Ideia é reorganizar o tráfego para que haja maior controle da capacidade das vias

A Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) aposta em um novo projeto para aumentar a capacidade de tráfego nas vias da região central e reduzir o tempo gasto em deslocamentos, diminuindo assim o horário de pico na cidade. O Mobicentro, como é chamado, vai afetar quase todos os cruzamentos dentro do perímetro da avenida do Contorno e em vias próximas e deve ser implementado aos poucos, até 2016. Algumas alterações começaram a ser colocadas em prática no fim de 2013, mas o programa agora ganha forma e deve ser apresentado oficialmente à população em breve.

O diretor de Ação Regional e Operações da BHTrans, Edson Amorim, explica que uma das medidas do Mobicentro é eliminar as conversões à esquerda, fazendo com que os semáforos tenham um estágio a menos e que, consequentemente, os congestionamentos tenham duração reduzida. “Temos, como exemplo, o cruzamento da avenida Afonso Pena com as ruas Tamoios e Espírito Santo. Vamos mudar o tráfego para que só duas vias se cruzem”, explicou. Se tudo correr como planejado, a velocidade média do carro no centro deve passar de 12 km/h para 27 km/h (aumento de 125%), e a do ônibus, de 9 km/h para 17 km/h (aumento de 88%). Leia a reportagem completa na edição desta quinta-feira (17) do jornal O TEMPO.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave