Banho demais pode fazer mal

iG Minas Gerais | Raquel Sodré |

Tentando dar amor e atenção a seus bichinhos, muitos donos exageram. “Tem gente que vem na clínica querendo dar banho no cachorro dia sim, dia não. Isso é absurdo”, dispara a veterinária Fabiana Reis. O excesso de banhos pode gerar problemas de pele, alergias e coceiras.  

Banhos toda semana ou a cada 15 dias costumam ser suficientes. Bons xampus e condicionadores caninos preservam a oleosidade natural da pele. Mas perfume, nem pensar! “Os cães não gostam, muitos espirram. Em excesso, eles podem desenvolver problemas respiratórios, desencadear conjuntivite. Cachorro tem que ter cheiro de cachorro”, afirma Fabiana.

A comida também costuma ser problemática: muitos donos não resistem ao “olho comprido” do cão ou gato para o prato. Mas isso pode ser uma armadilha. “Importante para o cão (ou gato) é a ração, que é balanceada para suas necessidades. Além disso, ainda há os petiscos, que podem ser oferecidos de vez em quando”, recomenda Rubens Carneiro, da UFMG. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave