Mestre de obra leva tiro e é salvo por celular no bolso da camisa

Vítima foi tentar defender a filha que estava sendo coagida por um assaltante no imóvel em que eles trabalhavam

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

Celular salvou mestre de obra de levar tiro no peito
Divulgação / PM
Celular salvou mestre de obra de levar tiro no peito

Um celular que estava no bolso da camisa de um mestre de obras salvou a vida do operário após uma tentativa de assalto nessa quarta-feira (16) em Divinópolis, no Centro-Oeste do Estado. Isso porque o funcionário foi atingido no peito por uma bala que acertou o aparelho móvel e impediu que ele fosse ferido.

Conforme informações do Centro de Operações da Polícia Militar (Copom), um homem invadiu um imóvel, onde aconteia a construção de um sobrado, na rua Santos Drumond, no bairro Manoel Valinhas, e abordou a filha do mestre de obras. O suspeito, que ainda não foi identificado, exigiu dinheiro da vítima. O pai da menina percebeu o que estava acontecendo e tentou atingir o suspeito com uma barra de ferro, porém, o criminoso reagiu e efetuou um disparo contra o operário.

O tiro atingiu um celular que estava no bolso da camisa da vítima. Ao perceber que o tiro não foi "certeiro", o suspeito deixou o imóvel a pé e ainda não foi encontrado pela polícia. Alguns pedreiros que trabalhavam no local tentaram alcançar o criminoso, mas, a ação não teve sucesso.

A vítima, que ficou impressionada com tanta sorte, precisou ser encaminhada para uma Unidade de Pronto-atendimento (UPA) 24 horas da cidade. O mestre de obra foi medicado e liberado.

Os pouco mais de 16 mil habitantes da cidade do Centro-Oeste do estado ficaram impressionados com a história e sorte do operário, segundo à Polícia Militar. 

    

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave