Governo brasileiro hospeda Raúl Castro em residência presidencial

Castro está no Brasil para encontro da Celac, grupo composto por Cuba, Costa Rica, Equador e Antígua e Barbuda, com países da América Latina e a China

iG Minas Gerais | Da redação |

Irmão de Fidel promete acabar com
Editoria de arte
Irmão de Fidel promete acabar com "proibições" na ilha

O presidente de Cuba, Raúl Castro, está hospedado em uma das residências oficiais da Presidência em Brasília. A Granja do Torto, que é raramente usada pela presidente Dilma Rousseff, foi cedida à delegação cubana.

Trata-se de uma rara deferência a um chefe de Estado e, segundo fontes do governo, reforça mais uma espécie de simbolismo do que de necessidade.

Não há demanda, por exemplo, por segurança especial, ao contrário do esquema armado para presidentes como os da China e da Rússia.

A questão seria mostrar a proximidade, segundo a reportagem apurou, já que recebê-lo na casa de campo da presidente demonstra maior intimidade, um relacionamento próximo. Um assessor do governo disse que ele está no Torto a convite.

Castro está no Brasil para encontro da Celac, grupo composto por Cuba, Costa Rica, Equador e Antígua e Barbuda, com países da América Latina e a China. A reunião deverá acontecer na parte da tarde desta quinta-feira (17), no Palácio do Itamaraty.

Quando presidente, Lula recebeu o então presidente dos EUA, George W. Bush, por 4h na Granja do Torto, em sua primeira visita ao Brasil, em 2005. Ele não estava hospedado lá. Após a reunião dos presidentes, ambos deram coletiva de traje informal, com roupa esporte.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave