Terminal Metropolitano de Sarzedo terá serviços suspensos

Após protestos de moradores da cidade, que fecharam no terminal na última terça-feira (15), Prefeitura tomou medida drástica

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Comunicado foi publicado no site da Prefeitura de Sarzedo
REPRODUÇÃO/SITE DA PREFEITURA DE SARZEDO
Comunicado foi publicado no site da Prefeitura de Sarzedo

A Prefeitura de Sarzedo, na região metropolitana de Belo Horizonte, anunciou na tarde desta quinta-feira (17) que o Terminal Metropolitano da cidade terá as atividades suspensas a partir da próxima segunda-feira (21). A medida foi tomada após protestos de moradores realizados na última terça-feira (15), motivados pelo valor das passagens após a mudança do sistema de transporte público na cidade, sendo que alguns usuários têm que gastar quase R$ 10 para chegar ao centro de Belo Horizonte.

Conforme o comunicado à população publicado no site oficial da prefeitura, o objetivo da construção do terminal era melhorar a qualidade do transporte público, "tendo em vista que isso não ocorreu, e que, mesmo depois de duas reuniões entre os prefeitos de Mário Campos, Sarzedo e Brumadinho, com o secretário Estadual de Transportes e com o proprietário da empresa Turilessa/Saritur, as reivindicações da população, levadas por eles, não foram acatadas", a medida precisou ser tomada. 

Ainda de acordo com os dados divulgados pela prefeitura, enquanto o terminal estiver inativo o serviço de transporte público da cidade funcionará da forma como era feito anteriormente ao fim das obras do local. 

"Informamos ainda que o Terminal de Passageiros ficará fechado até que sejam solucionados os principais problemas apresentados pelos usuários do transporte público, como horários dos ônibus, tempo de espera e valor das passagens", finalizava o anúncio. 

Protesto

Na última terça, mais de 50 moradores da cidade fecharam o terminal, que fica localizado na MG-040 e atende também as populações de Mário Campos e Brumadinho. Os ônibus foram impedidos de entrar ou sair da estação durante todo o dia.

“No começo do ano foi inaugurado o terminal e agora a empresa responsável colocou como obrigação o uso do cartão Ótimo para pagar a passagem. Quem não tem o cartão, tem que pagar R$ 4 em dinheiro, mais a passagem do metrô, mais a passagem para chegar ao centro da capital”, disse o usuário Carlos Pereira, 37.

Além disso, o morador também informou que a promessa era que o cartão Ótimo seria distribuído gratuitamente para a população. “Mas isso não está ocorrendo. Além disso, quem tem o cartão paga mais barato pelo metrô, mas essa informação não é passada aos usuários nas estações, e eles acabam pagando mais caro mesmo tendo o cartão. Estão agindo de má-fé com a população”, disse.

Antes da implantação do novo sistema, bastava pegar o ônibus de Brumadinho e ir direto à BH, sem a necessidade de passar pelo terminal de Sarzedo. Agora, além de mais caras, as viagens também são mais longas. A Polícia Militar acompanhou a manifestação pacífica.

O terminal só foi liberado após reunião entre os moradores e o vereador Alexandre do Betuel, de Sarzedo. Uma carta com as denúncias e uma ata com a situação atual do terminal foi entregue ao Ministério Público na quarta-feira (16).