Kaká faz primeiro coletivo na volta ao São Paulo

Meia de 32 anos mostrou a velha categoria dos tempos de Milan e teve desenvoltura durante a atividade

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Kaká voltou a jogar um coletivo pelo São Paulo nesta quinta-feira
DIVULGAÇÃO/SÃO PAULO
Kaká voltou a jogar um coletivo pelo São Paulo nesta quinta-feira

Principal contratação do São Paulo para a temporada, Kaká deu mais um passo para sua reestreia com a camisa são-paulina, após passar 11 anos na Europa. O meia participou pela primeira vez de um treino coletivo com os novos companheiros, em atividade destinada apenas aos reservas, que enfrentaram a equipe Sub-17 nesta quinta-feira no CT da Barra Funda.

Ainda em busca do melhor ritmo de jogo - está sem jogar desde o final da última temporada europeia, no começo de maio -, o meia de 32 anos mostrou a velha categoria dos tempos de Milan e teve desenvoltura durante a atividade desta quinta-feira. Kaká atuou mais pelo lado esquerdo e formou dupla com Boschilia, com quem trocou bons passes.

Apesar da evolução física ser notável nos últimos dias, Kaká só deverá ser aproveitado pelo técnico Muricy Ramalho na partida contra o Criciúma, em 2 de agosto, no Morumbi. O presidente do clube, Carlos Miguel Aidar, quer que a estreia do ídolo aconteça no estádio do Morumbi e com ações promocionais de marketing para atrair a torcida.

PROBLEMA

O atacante Luis Fabiano saiu no início da atividade desta quinta-feira logo depois de dar um cruzamento para Kaká. Ele levou a mão à coxa esquerda - a mesma onde sofreu um estiramento muscular no dia 20 de junho, em amistoso contra o Orlando City nos Estados Unidos - e saiu direto para o vestiário. Segundo o médico do clube, José Sanchez, ainda é cedo para descartar sua participação contra a Chapecoense neste sábado, mas a tendência é que ele não tenha condições.

"O Luis sentiu embolar a região da lesão. Só isso não sugere que ele tenha uma nova. Será avaliado entre hoje e amanhã e somente com um exame poderemos dar um diagnóstico mais preciso", explicou o médico do São Paulo.

Leia tudo sobre: kakafutebolesportesao paulocoletivomeia