Mulher morre ao tentar atravessar linha férrea entre vagões de trem

O trem estava parado enquanto era abastecido de minério e, quando deu a partida, a mulher que tentava passar entre os vagões finais acabou tendo a cabeça decepada

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Uma mulher que tentou atravessar uma linha férrea passando entre os vagões de um trem que estava parado no local, acabou morrendo ao ser surpreendida pelo movimento da estrutura na manhã desta quinta-feira (17) em Uberaba, no Triângulo Mineiro. Ela estava com o marido que, parou um pouco antes para urinar, e viu a mulher ter a cabeça decepada.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, Neuza Euzébio, 49, e o companheiro, eram moradores de rua, e apresentavam sinais de embriaguez. O trem de carga estava parado no trilho para ser carregado de minério e a mulher tentou atravessar a linha passando entre os vagões, mas acabou morrendo atropelada quando a estrutura voltou a se movimentar, após o carregamento.

Por meio de nota, a Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), responsável pelo trem, lamentou a morte da mulher e esclareceu que o trem, que tem 68 vagões, estava parado no pátio realizando o abastecimento de suas locomotivas e, após a partida, acabou atropelando Neuza na parte final da composição.

“A FCA esclarece que uma composição com 68 vagões tem cerca de 800 metros de comprimento. Por isso, o maquinista que estava conduzindo o trem não conseguiu ver a movimentação da mulher entre os vagões. A empresa orienta a comunidade que, ao tentar transpor a linha férrea, só atravesse em locais seguros e onde houver sinalização, nunca atravessando entre os vagões”, finalizou a nota.

A empresa ainda alertou os moradores da região sobre os riscos de transitar nos trilhos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave