Norueguês vence e Nibali lidera a Volta da França

Alexander Kristoff venceu a 12ª etapa da competição, enquanto o italiano Nibali conservou a camiseta amarela

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O norueguês Alexander Kristoff venceu nesta quinta-feira a 12ª etapa da Volta da França, enquanto o italiano Vincenzo Nibali conservou a camiseta amarela destinada ao líder da mais importante prova do ciclismo no mundo. "Finalmente ganhei e estou muito feliz. Era hora de ganhar", disse. "Havia muita pressão sobre mim na Noruega. Este ano sou o único norueguês que compete", completou.

Kristoff escapou do pelotão principal e conseguiu conter outros dois competidores quando faltavam menos de sete quilômetros pra o final desta etapa. Assim, o norueguês cruzou a linha de chegada na primeira colocação, seguido do eslovaco Peter Sagan, que ficou em segundo lugar, e do francês Arnaud Demare, o terceiro.

Especialista em provas de velocidade, Kristoff teve que fazer todo o trabalho sozinho, pois não tinha nenhum dos seus companheiros da equipe Katusha por perto, enquanto a Cannondale, de Sagan, e a Giant-Shimano, se alternavam na frente do pelotão.

Esta etapa teve percurso basicamente plano, com 185,5 quilômetros, entre Bourg-en-Bresse e Saint-Étienne, no sudeste da França, e foi completada pelo vencedor com um tempo total de 4h32min11, o mesmo registrado por outros 59 ciclistas.

A classificação geral não apresentou alterações relevantes nas primeiras colocações. Nibali ocupa o primeiro lugar com um tempo total de 51h31min34 e uma vantagem de 2min23 para o segundo colocado, o australiano Richie Porte, e de 2min47 sobre o espanhol Alejandro Valverde. Assim, Nibali ficou mais próximo de se tornar o primeiro italiano a vencer a Volta da França desde 1998, quando Marco Pantani ganhou a disputa.

A 13ª etapa da prova será realizada nesta sexta-feira, entre Saint-Étienne e Chamrousse, com um percurso de 197,5 quilômetros.

Leia tudo sobre: ciclismovolta da francaesportes