Van Gaal vê United 'maior do mundo', mas evita previsões

Em seu primeiro contato com a imprensa no Old Trafford em uma entrevista coletiva, treinador enfatizou grandeza e não fez promessas

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Van Gaal foi anunciado antes da Copa, mas só foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira
MANCHESTER UNITED/DIVULGAÇÃO
Van Gaal foi anunciado antes da Copa, mas só foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira

Depois de ter dirigido a Holanda em uma campanha invicta que levou o país ao terceiro lugar da Copa do Mundo, Louis van Gaal foi oficialmente apresentado, nesta quinta-feira, como novo técnico do Manchester United. Em seu primeiro contato com a imprensa no Old Trafford em uma entrevista coletiva, o treinador fez questão de enfatizar que estava assumindo o clube que considera ser "o maior do mundo", mas evitou fazer previsões ou fazer promessas de títulos para a próxima temporada do futebol europeu.

O novo comandante preferiu adotar um discurso cauteloso, lembrando que inicialmente precisará lutar para implantar a sua filosofia de trabalho, para em seguida começar a colher resultados. Entretanto, ele prometeu fazer "o melhor ao extremo" para recuperar o status da equipe que foi apenas sétima colocada do último Campeonato Inglês, assim ficando fora da próxima edição da Liga dos Campeões.

"Eu não posso fazer previsões porque você nunca sabe o que vai acontecer. Esse é o maior clube do mundo. Dentro de dois dias eu já puder ver o quão importante o Manchester United é. Eu tenho de trabalhar, tenho de preparar a equipe, tenho de me adaptar a este grande clube. Não será fácil, mas eu farei o melhor ao extremo e, quando você vê a minha carreira, você pode ver que eu venci. Isso é tudo que eu posso dizer. O futuro vai mostrar se eu posso conseguir isso de novo", afirmou Van Gaal.

O comandante holandês, porém, lembrou que o United precisa provar dentro de campo a sua condição de potência econômica mundial como clube. E na temporada passada do futebol europeu o clube ficou longe de aliar o seu alto poderio financeiro ao desempenho que é esperado pela sua torcida. A equipe não conseguiu sucesso com o técnico David Moyes, substituto do lendário e vitorioso Alex Ferguson, que ficou nada menos do que 27 anos no comando do time. E o trabalho a longo prazo inicialmente projetado por Moyes foi abortado, pois o treinador acabou demitido.

"Esse é o maior clube por causa de quão conhecido é em todo o mundo. Mas no esporte você nunca é o maior clube porque em toda temporada você tem de provar (a si mesmo essa condição). No último ano o Manchester ficou em sétimo (no Campeonato Inglês), então não é o maior clube. Mas é bem conhecido em todo mundo. Quando eu estava na China ou no Brasil, pessoas estavam falando sobre o United quando eu era o técnico da seleção holandesa. Essa é a diferença", ressaltou, lembrando da grande popularidade do clube inglês.

Como reflexo dessa enorme popularidade, o Manchester United anunciou na última segunda-feira o mais lucrativo contrato de fornecimento de material esportivo do futebol mundial. O maior vencedor do Campeonato Inglês revelou que a Adidas vai substituir a Nike após fechar um contrato de aproximadamente US$ 1,3 bilhão (cerca de R$ 2,9 bilhões) por dez anos para patrocinar a equipe.  

Leia tudo sobre: van gaaltécnicoholandamanchester unitedpromessasinglaterratítulos