Evangélico é preso após quebrar dez imagens em matriz de Sacramento

De acordo com o pároco, a cidade está de luto pelo crime; uma da imagens era da padroeira do Brasil, patrimônio histórico e cultural nacional

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Um jovem evangélico, de 20 anos, foi preso após quebrar todas as imagens de santos de uma igreja católica em Sacramento, na região do Alto Paranaíba, nessa quarta-feira (16). A alegação do suspeito para o crime é de que a sua religião não acredita em imagens de barro. De acordo com o pároco, o clima é de luto na cidade nesta quinta-feira (17).

Segundo o boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar (PM), Mizael Rodrigues Félix entrou na matriz, na avenida Benedito Valadares, no centro, e começou a quebrar as imagens. Uma testemunha viu o que o jovem fazia e chamou a PM, que o deteve.

Félix alegou que em virtude de seu credo religioso, não acredita em imagens de barro e por isso, destruiu as imagens. De acordo com o padre Sérgio Márcio de Oliveira, todas as imagens da matriz, um total de dez, foram danificadas.

“A gente tem uma sensação de impotência muito grande. Foi como se entrasse na sua casa e quebrasse tudo. A cidade está chocada, de luto, o assunto na cidade é esse hoje. Várias pessoas estão vindo à porta da igreja, ajoelham e choram. Foi muito mais que a perda do patrimônio, ele atingiu a religiosade do povo, atingiu símbolos da religião”, desabafou.

Foi a primeira vez que o crime aconteceu na igreja. De acordo com Oliveira, uma das imagens quebradas é a da padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, que era de madeira e única no mundo. Ela pertence ao patrimônio histórico e cultural nacional e será restaurada. Outras seis imagens são de gesso e tinham mais de cem anos. Outras três eram mais modernas.

Ainda, segundo o padre, o suspeito quebrou algumas cadeiras no altar e com os pedaços da cadeiras, atingiu as imagens. Também, o jovem quebrou dois vitrais da igreja.

Leia tudo sobre: imagenssantosigrejamatrizluto